Personalidades da fruticultura brasileira

Salim Simão

Salim_sim%c3%a3o

Salim Simão, filho de Moysés e Faride Simão, ambos libaneses, nasceu em Piratiniga,SP, em 1920. Formou-se Engenheiro Agrônomo (1945), pela ESALQ/USP, Doutor pela mesma instituição em 1953 e livre-docência em 1955. Em 1960, em Concurso Público de Títulos e Provas tornou-se Professor Catedrático da ESALQ/USP. Assim, aos 40 anos já era, então, funcionário efetivo, vitalício e inamovível na Universidade de São Paulo. Nessa condição Salim Simão foi: Membro da Congregação da ESALQ (1961-1990), Membro da Comissão de Fruticultura do Ministério da Agricultura (1964-1973), Chefe da Delegação Oficial Brasileira para o Congresso Internacional da FAO (1964), Membro do Conselho Superior da Fundação Padre Anchieta, Membro do Conselho Universitário da USP (1964-1996), Diretor da ESALQ (1974-1978), Membro Conselheiro do IPT (1974-1978), Diretor da Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto (1982-1986), Pró-Reitor, Vice-Reitor, e Reitor da USP em várias oportunidades. Vice-Presidente da FAPESP (1974), Presidente do Conselho Curador da FEALQ (1977), Chefe do Departamento de Horticultura da ESALQ/USP (1961-1990), Assessor do INPA, CNPq, CAPES, Presidente do Conselho de Agricultura da Secretaria de Ciência e Tecnologia. Professor ativo dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação em Fitotecnia, lecionou constantemente. Publicou numerosos trabalhos em revistas científicas. É autor do Manual de Fruticultura (530 pgs.,1971) e do Tratado de Fruticultura (760 pgs.,1998), e Lua – Mito ou Verdade (327 pgs., 2003). Faleceu em 2004.